29 October 2013

Quando é para ser até os ventos sopram a favor.


Não faço ideia para onde é o caminho certo. Nem sei se vou ser a melhor pessoa contigo todos os dias que ainda estão por chegar. Vou ser chata, insuportável e provavelmente um bocadinho estúpida ao ponto de te fazer perder a paciência e a calma (como tu já sabes!). Mas no fim do dia vou chegar de ar arrependido e vou querer agarrar-te sempre, no abraço mais apertado e quente deste mundo (e de todos os outros que possam existir, tenho a certeza)! De alguma forma, mesmo no meio do meu caos e da minha tempestade, tu conseguiste ver uma luz de esperança em mim. Conseguiste-me ver além de tudo que eu insistia (com a minha persistência de criança teimosa) que já nem sequer morava aqui. O que tu fizeste, aliás, fazes 24 horas por dia por uma alma tão "desorientada" como esta, é mais difícil de explicar do que qualquer outra coisa no mundo. Ganhaste-me, tens-me, duma maneira que mais ninguém alguma vez vai compreender. Porque mais ninguém nos compreende como nós nos compreendemos um ao outro, e isso, é coisa de querer aproveitar para a vida inteira! És o meu melhor, mesmo quando eu me faço por ser o teu pior. (Hoje é mais um dia, um passo dos pequeninos, mas que já não me faz ter medo de desequilibrar para trás!) Meu amor, 

No comments: