23 November 2010


Nunca pensei poder vir a orgulhar-me tanto de mim mesma, da minha força, que nada no mundo abala. Mais uma vez, precisei de seguir em frente, caminhar sem ver as pedras que calco, sem pensar como vai ser o dia de amanhã, porque o que eu realmente preciso é o agora, e isso já ninguém me pode tirar. E digo-o, com um sorriso realmente enorme, com um riso irónico que me dá um gozo tão grande, eu estou bem! Estou feliz como não me lembrava de estar, desta maneira tão particular, tão singular e tão espontânea e livre! Podia ficar aqui horas a fio a pensar no que de bom a vida me consegue proporcionar com um pouco de gosto por mim mesma, mas estaria a tirar tempo à minha oportunidade de me estar a divertir fora da rotina que agora se resume a tão poucas míseras horas. Afinal, a saudade, a vontade de viver agarrada com algo "garantido" algo que não deixa de lá estar em nenhum dia, não é tão significativa como o poder estar-se bem, sem ritmos marcados para todos os minutos do dia. É mais que óptimo viver desprendida de horários que são marcados quase como numa escala, em que não pode haver excessos nem descuidos.
Estou-me a sentir quase como se estivesse a entrar de novo na "época" que tantos anos seguidos sonhei e contei mês a mês para chegar. Agora que estou aqui posso dizer que é lindo, é pleno. E agora, agora neste momento, não troco nenhum dos meus minutos por nada diferente. O que estiver para acontecer, é, e o que não for, não será. E o melhor, é que não me importo mais com nada disto.

21 November 2010


É preciso deixar de olhar para os caminhos errados que tomámos e seguir em busca do prazer que a vida nos consegue dar nas épocas mais difíceis que parecem impossíveis de se ultrapassar.
Se virmos bem à nossa volta, conseguimos um equilíbrio fantástico e consistente apenas a viver o nosso dia-a-dia, com o apoio de pessoas que vão surgindo e aquelas que são as de sempre. Se reparamos mesmo bem, vemos que ser mulher é uma das maiores vantagens do mundo, e que só esse simples facto, nos torna maravilhosas, e nos faz ter uma vontade pela vida e pela felicidade única! E isso é algo que ninguém pode abalar, que deve ser conquistado pela força especial de cada uma de nós.
E isto, dear ladies, é mais do que suficiente para nós ficarmos sempre por cima na vida.

18 November 2010


ao que o futuro proporcionar!

14 November 2010


O que é irónico no meio disto tudo, reparem bem, é que não conheço quase mais ninguém assim. Que acredite tanto como eu. Que lute tanto como eu. Que dê tanta importância como eu. Que não goste de silêncios e ausências como eu. É mesmo assim, assim! Ninguém persiste tanto, ninguém promete tanto de si para sempre. Mas acho que é irónico não é? É a força do destino de me arrastar para caminhos que eu não quero, para me mostrar que os meus planos são apenas brinquedos nas mãos do tempo. Já percebemos. Afinal há alguma coisa contra ao ser-se apaixonado?! Ter-se paixão pela vida, pelo melhor que a vida pode oferecer no meio dos maus momentos?
Enfim, acaba por ser irónico mesmo. Acaba por massacrar e destruir o sossego que demora tanto a conquistar-se.
p.s. Se calhar devia-se chamar ironia I

10 November 2010


Devíamos valorizar mais as presenças das pessoas na nossa vida do que reparar e apontar as ausências. Devíamos ser mais maduros e responsáveis quando nos pedem isso, e mesmo quando não pedem, devíamos ser, simplesmente porque íamos ser melhores. Devíamos parar de desiludir quem mais gostamos. E parar de fazer aos outros todas as coisas más por que eles nos fazem passar. Às vezes, quase sempre, essas pessoas querem o nosso melhor e erram sem reparar. É pena aprendermos isto sempre das piores maneiras, já há muito diziam que "só valorizamos quando perdemos", e com muito custo para admitir estas coisas, a verdade é que a razão está é do lado destas frases, intemporais! E está errado, muito errado, pensar que o dia de amanhã é sempre tempo para emendar as asneiras de ontem. Hoje, agora, é o momento exacto para pedirmos desculpa a quem as devemos, para pensar mais antes de agir. E não duvidar que há realmente alguém que merece isto tudo de nós.

06 November 2010


À espera que os tempos mudem, que os ventos mudem, que tudo que está errado se ponha no seu sítio. Eu espero.

02 November 2010

Hoje posso dizer que passei quase um dia inteiro naquela faculdade, meu deus! Como eu odeio entrar às 8.30 e só sair às 7.30... Que dores de cabeça.


Boas noites minha gente, e obrigada pelos últimos comentários. Foi um novo fôlego, uma nova etapa que começou mesmo ontem e há-de durar assim, intensamente feliz. É preciso gostar-se muito do que nos motiva verdadeiramente e, só assim, se consegue ter uma força única. Obrigada minhas ladys*

01 November 2010


Como já disse o importante é nunca deixar o que se acredita, o que sempre foi verdadeiro, porque isso nunca se destrói, nunca acaba. E foi nessas certezas que vivi para chegar aqui, hoje e agora, para poder dizer que o que realmente tem significado, que existe, que brilha mais do que qualquer outra coisa, triunfa sempre em função de tudo o resto. E dura, dura por quanto tempo o quisermos, e se realmente o quisermos crer, fica para sempre, tal como tudo a que podemos chamar de verdade vida!